A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito
promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.

 




        

Ships, technology and the birth of maritime thought: the epistemological influences on Mahan’s first influence
Navios, tecnologia e o nascimento do pensamento marítimo: as influências epistemológicas da obra “First Influence” de Mahan


Marcello José Gomes Loureiro
Doutor em História e Civilização - École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS-Paris), Doutor em História Social - Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGHIS-UFRJ) e Pós-doutor - Universidade Federal Fluminense (PPGH-UFF).
Bruno de Seixas Carvalho
Possui especialização em Filosofia Contemporânea pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). É mestrando do Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos da Escola de Guerra Naval (PPGEM-EGN).



RESUMO

This piece aims to elucidate the influence of naval technology on Mahan’s first work “The Influence of Sea Power Upon History 1660-1783”. At the end of the nineteenth century, a scientific discourse creating new technologies had been increasing since the first industrial revolution. However, despite the striking changes in ships and warships amplifying maritime commerce, transforming naval warfare and changing ships’ millennial wooden silhouette, Mahan does not mention the word “technology”. Writing at the peak of this period in 1890, he extensively discusses England’s naval history during the age of sail. Nonetheless, Mahan was part of the epistemological scene of nineteenth century United States, relying on a scientific view of history. Therefore, it will be demonstrated the extent to which his epistemological view was influenced by technology.

PALAVRAS-CHAVE: Ships; Technology; Maritime Thought

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
Este artigo procura elucidar a influência da tecnologia naval no primeiro livro de Alfred Thayer Mahan “The Influence of Sea Power Upon History 1660-1783”. Um discurso científico criando novas tecnologias estava crescendo desde a primeira revolução industrial, processo largamente aplicado aos navios. Embora tendo ampliado o comércio marítimo, transformado a guerra no mar e modificado a silhueta dos navios, em madeira, há milênios, Mahan, que escreve no pico desse período em 1890, escreve sobre a história naval da Inglaterra no período da vela. No entanto, Mahan fazia parte do ambiente epistemológico nos Estados Unidos da América do Século XIX, escorando-se em uma visão cientificista da história. Com isso, demonstrar-se-á em que medida sua visão epistemológica foi influenciada pela tecnologia.

KEYWORDS: Navios; Tecnologia; Pensamento marítimo