A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito
promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.

 




        

A construção de um programa de construção: as motivações e os esforços que tornaram possível o surto de construção naval militar de 1936-46
The building of a construction program: the motivations and efforts that made the 1936-46 military shipbuilding outbreak possible


Fernando Ribas De Martini
Mestre em História Social pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP), doutorando em História Econômica pela mesma universidade. Pesquisador de História das Ciências com ênfase em temas navais e militares.



RESUMO

Na primeira metade do século XX, a construção de navios de guerra no Brasil se concentrou entre as décadas de 1930 e 40, entrando em decadência na seguinte. A atividade é entendida como um surto construtivo, dentre quatro identificados desde a Independência do Brasil. Este artigo apresenta os fatores que motivaram e os esforços que viabilizaram essa atividade industrial nos anos 1930-40, no contexto da Grande Depressão e da Segunda Guerra Mundial, no plano externo, e da chamada Era Vargas, no interno. O artigo também busca interligar quatro elementos para dar conta da complexidade do tema, defendendo que não se pode abordar apenas um aspecto da atividade. Os quatro elementos são: as relações internacionais, as necessidades militares, as necessidades de absorver tecnologias, e a economia.

PALAVRAS-CHAVE: Marinha do Brasil; Século XX; Construção naval

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
In the first half of the twentieth century, the construction of warships in Brazil was concentrated between the 30s and 40s, declining in the following decade. The activity is seen as a constructive outbreak, among four identified since the Independence of Brazil. This article presentes the motivations and efforts that made this industrial activity possible between the 30s and 40s, at the international context of the Great Depression, the Second World War and, on domestic politics, the so-called “Era Vargas” (The Age of Vargas). The article also seeks to link four elements to account for the complexity of the subject, arguing that it can’t be explained addressing only one of them. They are: international relations, military needs, the need to absorb technologies, and economics.

KEYWORDS: Brazilian Navy; Twentieth century; Shipbuilding