A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





As narrativas visuais sobre a Guerra do Paraguai no Diabo Coxo
The visual narratives on the War of Paraguay in Diabo Coxo

Sandra de Cássia Araújo Pelegrini
Docente do Departamento de História da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pós-Doutora em Patrimônio Cultural, UNICAMP (2007). Doutora em História Social, USP (2000). Mestre em História e Sociedade, UNESP (1993).
Danilo Aparecido Champan Rocha
Doutorando em História, UEM. Mestre em História, UEM (2017). Graduado em História, UEM (2015).



RESUMO
A Guerra do Paraguai ocorrida entre 1864 e 1870 intensificou os problemas sociais, políticos, culturais e econômicos latentes no Segundo Reinado de D. Pedro II. Para observarmos a concepção de determinados segmentos sociais liberais do Brasil Império sobre o início do confronto militar, a preparação política no recrutamento e no alistamento, a organização administrativa e estrutural do Exército, a identidade nacional e o dever cívico, utilizamos como fonte primária o periódico Diabo Coxo, publicado em São Paulo entre 1864 e 1865. As caricaturas difundidas no periódico paulistano narraram para aquela sociedade, majoritariamente analfabeta, as principais ações militares, os desafios enfrentados no front, as medidas políticas e administrativas do governo central e local brasileiro perante as investidas paraguaias, o que constitui um importante objeto de estudo para compreender os embates discursivos e as condições vivenciadas pelos diferentes grupos sociais no decorrer da guerra.

PALAVRAS-CHAVE: Guerra do Paraguai; Diabo Coxo; Angelo Agostini

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
The War of Paraguay between 1864 and 1870 intensified the social, political, cultural and economic problems latent in the Second Reign of D. Pedro II. To observe the conception of certain liberal social segments of Brazil Empire on the beginning of the military confrontation, the political preparation in the recruitment and in the enlistment, administrative and structural organization of the army, national identity and civic duty, we used as a primary source the magazine Diabo Coxo, published in São Paulo between 1864 and 1865. The caricatures published in the newspaper of São Paulo narrated to that society, mostly illiterate, the main military actions, the challenges faced at the front, the political and administrative measures of the Brazilian central and local government vis-à-vis the Paraguayan invaders, which constitutes an important object of study to understand the discursive attacks and the conditions experienced by the different social groups in the to run of war.

KEYWORDS: War of Paraguay; Diabo Coxo; Angelo Agostini