A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.




        

O Rebocador Florida (1908-1917): o nascimento de um sítio arqueológico subaquático no litoral Pernambucano com cara de museu
The Florida Tugboat (1908-1917): the birth of an underwater archaeological site on the coast of Pernambuco with a museum face


Marilia Perazzo Valadares do Amaral
Historiadora, Mestre e Doutora em Arqueologia pela UFPE. Mergulhadora. É professora da UFPE. Possui vários artigos publicados em Arqueologia.
Carlos Celestino Rios e Souza
Biólogo Marinho, Mestre e Doutor em Arqueologia pela UFPE. Mergulhador. É professor da UFPE. É Oficial de Marinha CF (Refo -T). Possui vários artigos publicados em Biologia e Arqueologia.
Marinete Neves Leite
Historiadora, mestre e doutora em Arqueologia pela UFPE. É funcionária do Arquivo Público Estadual João Emerenciano (PE). Possui vários artigos publicados em Arqueologia.
Hamilton Marcelo Morais Lins Júnior
Historiador, mestre em Arqueologia, cursa doutorado em Arqueologia na UFPE. É arqueólogo do IPHAN de Santa Catarina. Possui vários artigos publicados em História e Arqueologia.


RESUMO
O trabalho apresenta o ingresso do Rebocador a vapor Florida na categoria de sítio arqueológico subaquático de naufrágio, cujo soçobro se deu no mar adjacente ao litoral de Pernambuco em 28 de junho de 1917. O seu rito de passagem oficial, como patrimônio cultural submerso do litoral pernambucano, ocorre com base na Convenção de Paris, de 2001. O Florida faz parte do Parque de Naufrágios de Pernambuco, que contempla algo em torno de 50 navios explo ráveis cientificamente, de diferentes classes, tamanho, propulsão, material e técnicas construtivas variadas, do século XVII ao XXI. Neste contexto, é diagnosticado o fator causador do seu naufrágio, identificado os acessórios e aparelhos ainda visíveis e descrita a história trágico marítima de seus tripulantes, visando a possível criação de um museu submerso in situ.

PALAVRAS-CHAVE: Rebocador Florida; Patrimônio Arqueológico Subaquático; História Marítima

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)
ABSTRACT
The The work presents the entrance of the Florida steam tug in the category of underwater archaeological site of shipwreck, whose sinking occurred in the sea adjacent to the coast of Pernambuco on June 28, 1917. Its official rite of passage, as a submerged cultural heritage of the Pernambuco coast, occurs due to the 2001 Paris Convention. Florida is part of the Pernambuco Shipwreck Park that contemplates something about 50 scientifically exploitable vessels of different classes, size, propulsion, material and varied construction techniques, from the 17th century to the XXI. In this context it is diagnosed the factor causing its shipwreck, identified accessories and apparatuses still visible and described the tragic maritime history of its crew, aiming at the possible creation of a submerged museum in situ.

KEYWORDS: Tug Florida; Underwater Archaeological Heritage; Maritime History