A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





Com ideias e armas: o pensamento militar brasileiro após a Guerra do Paraguai
With ideas and arms: the Brazilian military thought after the Paraguay War

Carlos Roberto Carvalho Daróz
Historiador militar, escritor e professor, especialista em História Militar, mestre em Operações Militares e mestrando em História do Brasil, professor da Universidade do Sul de Santa Catarina e sócio-titular do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil.


RESUMO
Ao longo da história, os conflitos de grande porte produziram modificações e transformações substanciais na sociedade e nas instituições militares, atuando como vetores de modificação da tecnologia bélica, da estratégia, das táticas, da arte da guerra e do pensamento militar. A Guerra do Paraguai (1864-1870) foi o maior conflito já ocorrido na América do Sul e obrigou o Império brasileiro a transformar seu pequeno e despreparado Exército em uma força numerosa, capaz de vencer as forças paraguaias de Solano López. Além da transformação ocorrida no Exército e na sociedade, a guerra promoveu uma modificação no pensamento militar brasileiro. O presente artigo tem por propósito analisar as mudanças ocorridas no pensamento do Exército Brasileiro após a Guerra do Paraguai, na década de 1880, por meio dos escritos publicados na Revista do Exército Brasileiro, periódico criado por um grupo de oficiais em 1882 como espaço de discussão de diversos temas inerentes às suas funções e de outras questões de interesse nacional.

PALAVRAS-CHAVE: Pensamento militar, Guerra do Paraguai, Exército Imperial

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
OneThroughout history, large-scale conflicts have produced substantial changes and transformations in society and military institutions, acting as vectors for the modification of war technology, strategy, tactics, the art of war and military thinking. The Paraguay War (1864-1870) was the largest conflict ever in South America and forced the Brazilian Empire to transform its small and unprepared army into a large force capable of defeating the Paraguayan forces of Solano López. Besides the transformation occurred in the army and in society, the war promoted a modification in Brazilian military thinking. The aim of this article is to analyze the changes that occurred in the Brazilian Army after the War of Paraguay in the 1880s, through the writings
published in Revista do Exército Brasileiro, a periodical created by a group of officers in 1882 as a discussion space of various themes inherent to their functions and other issues of national interest.

KEYWORDS: Military thinking, Paraguay War, Imperial Army