A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





A “quase guerra”: mobilização brasileira para atacar o Paraguai em 1857-1858
The “almost war”: Brazilian mobilization to attack Paraguay in 1857-1858

Adler Homero Fonseca de Castro
Historiador, mestre em História, pesquisador do IPHAN, do CEPHiMEx e da FUNCEB, sócio do IGHMB, autor de livros e artigos sobre história militar e preservação do patrimônio cultural.


RESUMO
Um dos problemas da história tradicional é trabalhar com eventos que não aconteceram. Não do ponto de vista de uma história contrafactual, virtual, mas sim de fatos reais, para os quais houve preparações, só que não tiveram o resultado final esperado. Este é o caso das ameaças de guerra, que ocorreram muitas vezes na história do Brasil, com profundos efeitos sobre a sociedade e situação política, mas que não terminaram em um conflito armado. Uma das menos conhecidas foi a preparação ocorrida em 1858 para forçar o Paraguai a negociar a abertura da navegação do Rio Paraguai para navios brasileiros. Envolvendo milhares de homens e diversos navios, vários comprados especificamente para a campanha, essas ações quase resultaram em uma guerra aberta. No entanto, seus efeitos não foram enfatizados, mesmo na própria época.

PALAVRAS-CHAVE: Diplomacia, mobilização das Forças Armadas, Guerra do Paraguai

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
One of the problems of the traditional history is to work with events that did not happen. This not in terms of counterfactual history, a virtual one, but one of real facts, for which there were preparations, but that didn’t have the expected results. This is the case of the war scares that were so common in the Brazilian History, with profound effects over society and the political situation, but that not resulted in armed conflict. One of the less known war scares was the preparations made in 1858 to force Paraguay to negotiate the opening of
the Paraguay River to Brazilian shipping. Involving thousands of men and many warships, many of them bought specifically for the campaign, this actions, that almost resulted in an open war. However, their consequences were not emphasized, even at those times .

KEYWORDS: Diplomacy, armed forces mobilization, Paraguayan War