A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





“Sahidos da classe menos moralisada da sociedade”: os problemas da militarização infantil no Maranhão provincial
“Sahidos da classe menos moralisada da sociedade”: the problems of child militarization in the Province of Maranhão

Tarantini Pereira Freire
Mestre em História Social pelo PPGHIS-UFMA. Pesquisador dos Grupos: Militares, Poder e Sociedade na Amazônia (UFPA) e Sociedade, Memória e Poder (UFMA). Pesquisador de temáticas militares com ênfase na Armada Imperial.
Rodrigo Maranhão Pinheiro
Bacharel em Sociologia pela Université Pierre Mendès – France – Grenoble/França. Pesquisador dos Grupos: Bem-Estar da Universidade Dom Bosco (UnDB) em parceria com a Université Pierre Mendès – France. Cursando o mestrado de Enquete e Expertise Sociologique.


RÉSUMO
Na Província do Maranhão, foi instalada uma Companhia de Aprendizes-Marinheiros em sua capital, São Luís. O propósito de tal instituição era o de formar soldados para a Armada Imperial, ministrando ensino náutico para crianças, geralmente pobres. O presente estudo tem o propósito de fornecer uma possibilidade de leitura daquela instituição, naquela localidade, observando principalmente: a) a disciplina institucional; b) os conteúdos dos saberes ministrados; c) o modo de alistamento infantil operado pela instituição; e d) as traduções locais pelas quais passou a instituição. Esta interpretação estará pautada pelos pressupostos epistemológicos da história vista de baixo, onde a preocupação não será com a organização em si, apesar de levá-la em consideração, mas o de dar sentido à experiência histórica dos aprendizes que estiveram inseridos naquela rede de
ensino militar.

PALAVRAS-CHAVE: Companhia de Aprendizes--Marinheiros; Alistamento infantil; Ensino militar

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRAC
In the province of Maranhão was installed the Apprentices Sailors Company which held his quarters in its capital, São Luís. The purpose of this institution was to train soldiers for the Imperial Navy, giving nautical education for children’s considered generally poor. This study is intended to provide a possibility to analyze that institution, stressing some important facts: a) institutional discipline; b) the contents of the given knowledge; c) the child enlistment mode operated by the institution d) Local translations undergone by the institution. This interpretation will be guided by the epistemological presuppositions of history from below, where the concern will not be with the organization itself, although take it into consideration, but to make sense of the historical experience of learners who have been entered on that network of military education.

KEYWORDS: Apprentices Sailors Company; child enlistment; military education