A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.




        

Recrutamento forçado para a Armada Imperial nas Guerras da Independência e da Cisplatina
Impressment into the Imperial Armada in the Independece and Cisplatine Wars


Paloma Siqueira Fonseca
Mestre em História pela Universidade de Brasília.


RESUMO
O recrutamento forçado foi uma prática utilizada pela Marinha do Brasil para guarnecer os navios da Armada Imperial nas Guerras de Independência do Brasil (1823) e da Cisplatina (1825-1828). As levas de recrutas eram depositadas na presiganga, navio que serve de presídio da Marinha, no Porto do Rio de Janeiro. Naquela época, a Marinha aproveitou a experiência náutica de marinheiros mercantes e empregou homens acusados de vadiagem, dando-lhes um destino útil para a constituição do Império do Brasil.

PALAVRAS-CHAVE: recrutamento forçado; navios de guerra; navio-presídio



(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)
ABSTRACT
Impressment was a practice used by the Brazil Navy to man the ships of the Imperial Armada in the wars of independence of Brazil (1823) and Cisplatin (1825-1828). The waves of recruits were deposited in presiganga, prison-ship Navy, in the port of Rio de Janeiro. At that time, the Navy took the boating experience of merchant seamen and employed men accused of vagrancy, giving them a useful target for the establishment of the Empire of Brazil.

KEYWORDS: impressment; warships; prison-ship