A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





O Recrutamento de Libertos para a Guerra do Paraguai: considerações recentes sobre um tema complexo

Vitor Izecksohn
É professor do Instituto de História e do Programa de Pós-Graduação em História Social da UFRJ. Pesquisa questões ligadas às temáticas das guerras, dos federalismos e dos processos de formação dos Estados nacionais nas Américas. Seu último livro “Slavery and War in the Americas” foi publicado pela University of Virginia Press em 2014.


RESUMO
Este artigo trabalha com o recrutamento militar de escravos libertos para servirem nas forças armadas brasileiras durante a Guerra do Paraguai. Ênfase será dada à situação do Exército e ao significado dessa mobilização no contexto histórico mais amplo das participações negras na tradição militar Luso-Brasileira.

PALAVRAS-CHAVE: Escravidão, Alforria, Serviço Militar, Exército Imperial, Recrutamento, Guerra do Paraguai

 

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
This paper addresses the issue of military recruitment of freed slaves by the Brazilian armed forces during the War of the Triple Alliance. Emphasis will be given to the Army’s situation and the meaning of such mobilization in the historical context of black military service in the Potuguese-Brazilian tradition.

KEYWORDS: Slavery, Manumission, Military Service, Imperial Army, Military Recruitment, War of the Triple Alliance