A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





Uma batalha naval concentra por si só um século de glórias: Riachuelo na história e na memória

José Miguel Arias Neto
Professor de História Contemporânea. Universidade Estadual de Londrina e dos Programas de Pós-Graduação em História Social ( UEL) e História e Regiões (Unicentro). Bolsista Produtividade CNPq N2.


RESUMO
Este artigo tem por objetivos desenvolver uma reflexão sobre as representações, a memória e as apropriações da Batalha Naval do Riachuelo pelos diversos grupos políticos e militares ao longo do Segundo Reinado e nas duas primeiras Décadas Republicanas. Tem como objeto/fontes a imprensa em geral, a imprensa militar, diários, memórias, crônicas, folhetos e imagens. O objetivo é compreender os múltiplos significados que a vitória brasileira no Riachuelo foi adquirindo ao longo da História e refletir sobre seus possíveis significados contemporâneos.

PALAVRAS-CHAVE: Política, representações, Batalha Naval do Riachuelo

 

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)

ABSTRACT
This article aims to develop a reflection on the representations, memory and appropriations of the Battle of Riachuelo by various political groups and military throughout the Second Empire and the first two Republican decades. It has as object/sources the press in general, the military press, diaries, memoirs, essays, brochures and images. The goal is to understand the multiple meanings that the Brazilian victory in Riachuelo has acquired throughout history and reflect on its possible contemporary meanings.

KEYWORDS: Politics, representations, Battle of Riachuelo