A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





Um engenheiro militar português em São Paulo: a trajetória de Daniel Pedro Müller e sua contribuição para a transição da engenharia militar para a engenharia civil na província paulista (1802-1841)

José Rogério Beier
Mestrando em História Social pela Universidade de São Paulo; bacharel em História pela mesma universidade; colabora com o Laboratório de Estudos de Cartografia Histórica (LECH-USP). Agradeço, aqui, as ponderações de minha orientadora Profa. Dra. Iris Kantor.


RESUMO
A partir da reconstituição da trajetória de Daniel Pedro Müller (1785-1841), engenheiro militar português enviado à América, em 1802, este artigo visa destacar a contribuição deste ex-agente da Coroa portuguesa na transição da engenharia militar para a engenharia civil na Província de São Paulo através, sobretudo, da organização de uma escola de engenheiros construtores de estradas, que funcionou entre 1836 e 1849, formando muitos dos engenheiros civis que dirigiram obras públicas em São Paulo durante a segunda metade do século XIX.

PALAVRAS-CHAVE: Engenharia Militar; São Paulo; Daniel Pedro Müller

ABSTRACT
By reconstructing the trajectory of Daniel Pedro Müller (1785-1841), a Portuguese military engineer sent to America, in 1802, this article aims to highlight the contribution of this former agent of the Portuguese Crown in the transition from the military for civil engineering in the Province of São Paulo, most of all, through the organization of a school of engineers road builders which worked from 1836 to 1849 forming many of the civil engineers who worked as directors of public works in São Paulo during the second half of the 19th century.

KEYWORDS: Militar engineering; São Paulo; Daniel Pedro Müller

INTRODUÇÃO: NASCIMENTO E FORMAÇÃO EM PORTUGAL (1785-1802)

Embora Daniel Pedro Müller seja um personagem bastante conhecido e referenciado na historiografia sobre São Paulo, sua trajetória é bastante difícil de ser traçada, pois há muitas informações contraditórias a respeito da vida e obra desse engenheiro militar.

Nascido em Oeiras, próximo a Lisboa, aos 26 de dezembro de 1785,1 tinha ascendência germânica. Seus pais eram Anna Elizabeth Moller (1757-1797) e Johann Wilhelm Christian Müller (1752-1814), primeiro pastor luterano da Congregação Evangélica Alemã em Lisboa e, anos mais tarde, sócio, diretor e secretário da Academia Real das Ciências de Lisboa.

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)