A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





Transferência de Tecnologia

Elcio de Sá Freitas
Vice-Almirante Engenheiro Naval reformado. Master of Science in Civil Engineering e Naval Engineer pelo Massachusetts Institute of Technology. Na década de 1990 exerceu, por cinco anos, o cargo de Diretor de Engenharia Naval da Marinha do Brasil. Autor do livro “A busca de grandeza”, sobre o tema tecnologia, lançado em dezembro de 2014.


RESUMO
Transferência de tecnologia é locução que há muito transpôs o campo técnico-científico e chegou ao vocabulário comum. Nessa evolução, seu real significado ficou amplo e impreciso, e sua aplicação muito mais geral. Em particular, tornou-se importante elemento de marketing em negociações de países de vanguarda com os de desenvolvimento tardio. Neste artigo, abordam-se vários aspectos implícitos em transferência de tecnologia e princípios básicos para sua negociação visando desenvolvimento e defesa.

PALAVRAS-CHAVE: Tecnologia; Transferência de tecnologia; Independência tecnológica

ABSTRACT
Technology transfer is an expression that has passed from the technical-scientific vocabulary to the common language. In this evolution, its meaning became broader and not clearly defined, and its application much more general. In particular, technology transfer became an important marketing element in negotiations between developed and undeveloped countries. In this article, several aspects implied in technology transfer are examined, as well as basic principles for technology transfer negotiations in development and defense projects.

KEYWORDS: Technology; Technology transfer; Technological independence

TECNOLOGIA

Significado

A capacidade de criar e desenvolver conhecimentos e de aplicá-los para produzir bens materiais sempre foi parte da vida humana. Ainda assim, durante muitos séculos certamente não houve uma palavra ou expressão para designar essa capacidade. No mundo ocidental, ela deve ter sido cunhada pelos gregos, combinando os termos technikós (arte, ofício) e logos (tratado, estudo).

As palavras têm vida. Vivem no tempo e no espaço, varando séculos e percorrendo países. Em sua vida, frequentemente transformam-se ou incorporam novos significados. Convém examinar algumas definições atuais da palavra tecnologia:

1. ramo do conhecimento que trata da criação e uso de meios técnicos, e de sua inter-
relação com a vida, a sociedade e o meio ambiente, e que abrange as artes industriais, a engenharia, a ciência aplicada e a ciência pura.
2. um processo, invenção ou método, científico ou industrial.
3. a soma dos meios com os quais grupos sociais conseguem os objetos materiais de suas civilizações.

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)