A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





 O Patrimônio Arquitetônico do Museu do Porto de Manaus

Graciete Guerra da Costa
Graduada em Arquitetura pela Universidade Federal do Pará e graduação em Nancy II – Université de Nancy I; Mestra em Arquitetura e Urbanismo pelo PPG/FAU Universidade de Brasília – UnB, com o trabalho Manaus: Um Estudo de seu Patrimônio Arquitetônico e Urbano; Doutora pela FAU/UnB, em 2011, com a tese. As Regiões Administrativas do Distrito Federal de 1960 a 2011.


RESUMO
O Museu do Porto fica localizado na Rua Vivaldo Lima no 61, e se insere no Conjunto Arquitetônico portuário da cidade de Manaus. A construção do edifício que atualmente o abriga data de 1905, e foi realizada pelos ingleses da Manaus Harbour Limited, firma que se constituiu em 1900, para explorar comercialmente o porto. A edificação faz parte de um complexo tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Processo no. 1192-T-86 Livro de Belas Artes Inscrição: 589 do Livro Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico. Inscrição: 100, em 14-10-1987. O museu é controlado pela Administração do Porto Privatizado de Manaus. Possui 742 m² de área construída, tendo sido instalado em 1981 para guardar, extraoficialmente, cerca de 300 peças, abordando aspectos históricos tecnológicos e comerciais relativos às atividades portuárias da região, do começo do século XX até a década de 1950. Esse material está exposto em oito ambientes distintos: casa de máquinas, salas 1, 2, 3, 4, salão, mezanino e área externa, local onde deveriam estar expostas peças “não perecíveis” do museu como objetos pesados, âncoras, cabeços, molinetes e tornos. A fachada dessa construção apresenta alguns elementos característicos, que imprimem uma unidade ao conjunto, ou seja, a utilização de tijolos aparentes (aparelho inglês) e o revestimento de alvenaria tratada em bossagem (rusticação), além de uma tendência para cheios, dando uma aparência pesada aos prédios e um aspecto bastante medieval. O prédio possui ainda frontão triangular sobre uma cornija, além do uso de óculos e pilastras colossais endossadas. Atualmente, o Museu do Porto está abandonado, sem a devida manutenção, está fechado há dez anos com todo o acervo dentro do prédio, e a estrutura de ferro correndo sérios riscos. Trata-se, sem dúvida alguma, de um importante patrimônio histórico e arquitetônico, a ser estudado, registrado e preservado.

PALAVRAS-CHAVE: Museu do Porto, Arquitetura, Patrimônio Histórico
ABSTRACT
The Museum do Porto is located at Rua Vivaldo Lima nº 61, and is inserted in the Architectural Longshore Set of Manaus. The construction of the building where the museum is located is from the year 1905, and it was built by the “Manaus Harbour Limited”, a company established in 1900 in order to explore the port commercially. The building makes part of a complex recognized by the Institute of the Historical and Artistic Inheritance (Iphan), Process Number: 1192-T-86 Livro de Belas Artes Inscrição: 589 do Livro Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico. Inscrição: 100, em 14-10-1987. The museum is controlled by the Administração do Porto Privatizado de Manaus. It has 742m² of built area, and has been installed in 1981 to keep, extra-officially, about 300 pieces, boarding historical, technological and commercial aspects about the longshore activities in the region, from the beginning of 20th century till the decade of 1950. This material is exposed in eight different ambients: Machine house, rooms 1, 2, 3, 4, the hall, mezzanine and external area, where the “non perishable” pieces such as heavy objects, anchors, hills, reels and lathes. The front of this construction presents some characteristic elements that have an unified quality with the whole set, that means, the use of apparent bricks (English appliance) and the brick revetment treated in bossage, besides a tendency of full, they give a heavy appearance and a mediaeval aspect to the building. The building still possesses a triangular fronton on a cornice and the use of glasses and colossal endorsed pilasters. At the present days, the Museum do Porto is abandoned, without it’s proper maintenance, it’s closed for ten years, with all the heap inside the building, and the structure made of iron is currently in many risks. It is, indeedm a very important historical and architectural inheritance, to be studied, registred and preserved.

KEYWORDS: Museum do Porto, Architecture, Historical Inheritance

PORTO DE MANAUS – ROADWAY

O Porto de Manaus foi contruído entre 1869 e 1910, está localizado à margem esquerda do Rio Negro, e compreende todo o Conjunto Arquitetônico do Porto. Fazem parte desse conjunto: um cais de alvenaria; um cais sobre boias de ferro cilíndricas flutuantes que é chamado de Roadway; o antigo edifício do Tesouro Público na Rua Monteiro de Souza s/no; o Prédio da Alfândega e da Guardamoria; o Escritório Central na Rua Taqueirinha no 125; Setor Administrativo na Rua Governador Vitório no 121; Museu do Porto na Rua Vivaldo Lima no 61; antiga Casa de Tração Elétrica na Rua Marquês de Santa Cruz s/no; Armazéns nos 3, 4, 5, 10, 15, 18 e 20; e a Bomba de Incêndio.

A falta de um porto amplo e moderno na capital do Amazonas comprometeu por muitos anos a economia da região. De 1856 a 1858 o Amazonas exportava 52.800 toneladas de borracha para o exterior, cujos países ávidos de maior lucro instalaram suas agências em Manaus para comercialização do produto.
(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)