A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





O Barão de Ladário e as cartas manuscritas do Rio Amazonas

Maria Dulce de Faria
Fundação Biblioteca Nacional/CRD/CAE/Cartografia
Maria Cristina Leal Feitosa Coelho
Fundação Biblioteca Nacional/CRD/CAE/Cartografia


RESUMO
A Divisão de Cartografia da Biblioteca Nacional possui quatro cartas do Rio Amazonas levantadas pelo Barão de Ladário, entre 1861 e 1866. Estes documentos se referem aos trabalhos da Comissão Mista, que deveria reconhecer e demarcar a fronteira assinalada na cláusula 7ª do Tratado de 1851 – Tratado de Comércio, Navegação, Limites e Extradição. Os comissários, nomeados para esta Comissão, foram o Capitão-Tenente José da Costa Azevedo, mais tarde Barão de Ladário, e o Contra-Almirante Ignácio Muriategui, respectivamente representantes do Brasil e Peru. Estes documentos – Primeiros traços da planta do Solimões; Carta hydrográfica do Rio Amazonas brazileiro; Esboço do Rio Amazonas: Belem no Brazil a Loreto no Perú; O Rio Amazonas no Brazil – merecem um estudo por detalharem a hidrografia do Amazonas desde a cidade de Tabatinga, até a sua foz e também por apresentarem breve histórico de algumas cidades e vilas.

PALAVRAS-CHAVE:Rio Amazonas – Levantamento hidrográfico – Barão de Ladário

ABSTRACT
The Cartography Division of the National Library of Brazil has four maps of the Amazon River surveyed by Baron of Ladário, from 1861 to 1866. These documents refer to the works of the Mixed Commission (Comissão Mista) which had to recognize and established the boundairies marked in the 7th clause of the 1851 Treaty – the Trade, Navigation, Boundaries and Extradition Treaty (Tratado de Comércio, Navegação, Limites e Extradição). The heads of this Commission were Capitain José da Costa Azevedo, and later on, Baron de Ladário, and the Rear Admiral Ignácio Muriategui, the respective representatives of Brazil and Peru. These documents – “Primeiros traços da planta Solimões”; “Carta hidrográfica do Rio Amazonas Brazileiro; “Esboço do rio Amazonas: Belem no Brazil a Loreto no Perú”, o rio Amazonas do Brazil – should be studied for the hydrographic detail of the Amazon River from Tabatinga City to the river’s mouth of the Amazon. This also includes a short history of some towns and villages.

KEYWORDS:mazon River – Hydrographic survey – Baron of Ladário