A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





Uma posição que se afirma e se respeita no real serviço de Sua Majestade: os militares em Minas Gerais Colonial (1718-1759)

Lívia Nascimento Monteiro
Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, com a dissertação intitulada “Administrando o ‘bem comum’: os homens bons e a Câmara de São João del Rei no século XVIII”.

Simone Cristina de Faria

Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, com dissertação intitulada “Os “homens do ouro”: perfil, atuação e redes dos Cobradores dos Quintos Reais em Mariana Setecentista”.


RESUMO
O presente texto tem como objetivo analisar a aquisição de patentes militares na região das Minas Gerais no século XVIII. Através do trabalho com dois grupos distintos – os Cobradores dos Quintos Reais da Vila do Carmo, que atuaram entre os anos de 1718 a 1733, e os oficiais da Câmara de São João del Rei, que serviram de 1737 a 1759 – o propósito é refletir como a ocupação desses postos era fundamental para conferir a esses homens importante autoridade de mando e destacada distinção social nas localidades em que viviam.

PALAVRAS-CHAVE: Poder local, patentes militares, período colonial

ABSTRACT
The present text will analyze the acquisition of military patents in the 18th century’s Minas Gerais. Through the work with two different groups - the collectors of the Quintos Reais of Vila do Carmo, who worked between 1718 to 1733; and the Officers of Camara de São João del Rei on duty from 1737 to 1759 – we intend to prove how these positions were fundamental to the local authority and social status on places they lived.

KEYWORDS: Local power, military patents, the colonial period